A consciência na sustentabilidade

13/maio/2013

Respeitar o meio ambiente não se resume a virar natureba, mas enxergar os outros seres humanos com responsabilidade e deixar esse olhar ecoar pelo mundo.

Nunca em toda a história a questão do meio ambiente se apresentou de maneira tão contundente. E não há outra saída se não refletir e se preparar para mudanças. A humanidade se vê novamente diante da urgência de recuperar uma relação equilibrada com a natureza, perdida a partir do renascimento, quando a lógica assumiu papel fundamental no desenvolvimento e o homem se lançou numa cruzada para dominar o mundo. Sem critérios e sem nenhuma preocupação com o futuro, passou a extrair recursos naturais desordenadamente para aumentar a produção e satisfazer o consumo desenfreado. O resultado é desalentador. Diante do cenário assustador que temos visto é necessário achar uma saída, e uma coisa é certa, o centro da atenção, quando o assunto é o planeta, é o homem e não a natureza.

A ideia é buscar o equilíbrio com bom senso e não entrar em guerra com o resto da humanidade, temos que descomplicar a vida e tudo começa por aí, um retorno à simplicidade. Não estamos falando de radicalismos e excessos, como colocar uma casa no meio do mato e isolar-se do mundo, bem pelo contrário, o convite é para a criatividade, abrir mão dos excessos sem perder o conforto.

Mas é necessário antes de tudo olhar para o outro, ser tolerante, aceitar as diferenças culturais e fazer essa atitude ter ressonância. O futuro é agora, e nessa nova ordem os contrastes são bem-vindos! Ao respeitar o próximo, pequenos cuidados do cotidiano, como não jogar lixo na rua, nos rios e praias, tornam-se naturais. Simples assim! Cuidados como apagar a luz, economizar água e aderir a coleta seletiva de lixo, são obrigações que já deveriam ter sido incorporadas no dia a dia de qualquer um. Precisamos de um consumo inteligente, sem desperdícios.

Essa mudança não vem do dia para a noite, requer quebra de paradigmas, a saída está na educação. Apenas a preparação das próximas gerações pode salvar a vida no planeta. É essencial reconfigurar o cérebro e dar forma a outro jeito de pensar.

Precisamos nos afinar com a lógica contemporânea de redes, no qual todos estamos conectados, o que pressupõem uma visão não estigmatizada da realidade. Dentro dessa orientação não existe uma verdade absoluta ou realidade imutável, tudo está em constante transformação. Ser sustentável é ser capaz de ver e aceitar a multiplicidade. É a compreensão de que o mundo está interconectado.

O resultado disso é um universo onde vingariam as relações mais harmoniosas e, quando as pessoas estão interligadas e em paz, o planeta agradece. Esse equilíbrio teria o poder para tirar de cena o consumo exagerado, a exploração sem controle dos recursos naturais, a destruição da natureza.

Pode parecer utopia, mas diante do risco de sermos riscados do mapa, esse manifesto pela vida mostra=se um alento. O planeta tem salvação se a humanidade tiver salvação.

Essa ideologia do pensamento integral sugere a transformação também em base no autoconhecimento, se descobrirem que podem funcionar de outro jeito, as pessoas podem de fato tornar-se sustentáveis. Sustentável não é a maneira de fazer e sim a maneira de ser. É um ideal de vida a ser vivenciado agora e no futuro.

 

“Somos a teia da vida, um organismo dentro de outro organismo,

estamos interligados a tudo o que existe.

Para cuidar de mim, preciso cuidar do meu entorno,

de tudo o que me cerca e me dá condição de sobrevivência.

É necessário arrumarmos a mente em primeiro lugar

para depois cuidarmos de nossos pensamentos e atitudes,

com poder de influenciar essa grande teia da vida”.

Monja Coen

 * Fonte: Baseado no texto de Ronaldo Albanese, extraído da revista Bons Fluidos – Janeiro de 2013.

Compartilhe

Cadastre-se para receber nossa programação

Nome:
E-mail:

Fale Conosco

Se quer tirar dúvidas, compartilhar algo, dar uma sugestão ou fazer um elogio, enfim, estamos à postos por aqui. Você pode nos enviar um email para contato@institutoyantra.com.br ou se preferir, preencher o formulario aqui embaixo.

Acesse a área do aluno:

Rua José dos Reis, 708
Vila Prudente – São Paulo
Fone: (11) 2548-4858
WhatsApp: (11) 94035-9771
contato@institutoyantra.com.br
Horário de Atendimento: de 12h às 19h


Busca