Auto-Estima

09/março/2011

“A pior solidão não é estar sozinho, é ser um horrível companheiro para si mesmo.” Jacques Salomé

Muito se fala de auto-estima, às vezes até como fórmula pro sucesso, como uma receitinha de coisas pra se fazer e dizer para si mesmo, acreditando que isto possa alterar um estado de desvalorização e trazer felicidade e prosperidade em um curto prazo de tempo. Mas não é bem assim. Para conquistá-la precisamos nos dedicar e querer encontrá-la.
Auto-estima significa autovalorização, apreço, afeição, amor próprio, zêlo e cuidado consigo mesmo. Muitas pessoas confundem esta auto-estima com orgulho, individualismo, entre outros medos que nos deixam prisioneiros.
Mas o que pouco se fala é que essa auto-estima só pode ser real quando temos percepção clara de todo nosso ser, de nosso corpo físico, de nossas emoções, de nossos sentimentos, pensamentos e de nossas ações, pois só com nosso auto-conhecimeto poderemos acolher todo o nosso ser e deixá-lo envolto de nosso amor, aceitando a nós mesmos por completo.
E quando se fala em gostar de Si, em envolver nosso Ser com amor, estamos falando também de perceber e acolher as partes abscuras de nós mesmos, acolher com carinho nossas sombras e aceitá-las, assim como aceitamos nossas qualidades, nossos pontos fortes.
E é na aceitação de todo nosso Ser, composto de luz e sombra, que nos percebemos na totalidade. Podemos então nos abrir para nos amar do jeito que somos e passar a nos querer bem, nos cuidar e, mais do que tudo, nos conhecer cada vez mais.
Com este processo de auto-aceitação e autovalorização passamos a ter consciência de quem somos, quais nossos limites, do que gostamos e como gostamos, enfim, vamos demarcando nosso ser, lapidando nossa personalidade para assim poder entrar no caminho de transformação, com muito carinho e paciência.
Outro ponto a ser percebido é que quando se fala em auto-estima não podemos entrar num processo de comparação, pois sabemos que cada um de nós é único, temos potenciais diferentes. Assim a comparação se torna uma tortura, por isso é que não é nada saudável buscar metas que não estejam dentro do alcance de cada um. Devemos buscar metas que sejam possíveis. Aos poucos vamos nos tornando mais confiantes para dar passos maiores, pois cada conquista realizada é um fortalecimento desta estima, e cada objetivo não realizado é registrado como fracasso.
Devemos buscar a valorização do que somos e das coisas que conquistamos, dentro dos nossos limites pessoais.
Portanto ame-se! Do jeito que você é, com suas belezas e suas fraquezas. Sonhe em melhorar e conquistar situações melhores, mas escolha um caminho com bases sólidas. Aquele que se faz devagar, com autoconhecimento, com aceitação e paciência, para ter assim um amor sólido por si mesmo, um amor que não se abale por qualquer intervenção não desejada, ou qualquer emoção descontrolada, e sim um amor que equilibra seu valor pessoal e sua competência, estando ciente de que podemos sofrer abalos, mas estaremos firmados em nos amar em primeiro lugar.
Quem se ama, ama ao próximo, coloca limites, não se submete a qualquer coisa só para ter alguém do seu lado, ou para manter relações desgastantes, seja num relacionamento no trabalho, na família ou em uma amizade. Quem se ama se cuida, se preserva, e está conectado com a sua intuição, podendo escolher melhor e buscar caminhos mais saudáveis.
O autêntico amor por si mesmo começa com uma autêntica autocompaixão, sem censurar-se por seus erros, sem se arrepender por estar sofrendo, sem se humilhar quando algo não dá certo. Escute você mesmo, encoraje-se e confie em você e nas suas escolhas em primeiro lugar!
Saiba que você é amado do jeito que é e por isso se torna amável também com o próximo, pois aprende a perdoar suas falhas e faltas, aprende a negociar suas necessidades e passa a ser o melhor amigo de si mesmo.

Paz profunda,
com carinho,
Aline Pastori

Compartilhe

Cadastre-se para receber nossa programação

Nome:
E-mail:

Fale Conosco

Se quer tirar dúvidas, compartilhar algo, dar uma sugestão ou fazer um elogio, enfim, estamos à postos por aqui. Você pode nos enviar um email para contato@institutoyantra.com.br ou se preferir, preencher o formulario aqui embaixo.

Acesse a área do aluno:

Rua José dos Reis, 708
Vila Prudente – São Paulo
Fone: (11) 2548-4858
WhatsApp: (11) 94035-9771
contato@institutoyantra.com.br
Horário de Atendimento: de 12h às 19h


Busca